Don Lorenzo Perosi (1872–1956):

São absolutamente raros os homens que, superando as leis do espaço e do tempo, se acham, por assim dizer, presentes em todos os lugares e em todas as épocas. Perosi é um desses poucos que, com o seu génio musical, filtrando no prisma de sete notas a mensagem do Amor, conquistou justamente a cidadania do Mundo. Ele foi Director do Coro da Capela  Sistina. Nasceu em Tortona (Italia) em 21 de Dezembro de 1872 e faleceu em 10 de Outubro de 1956.

Música, Sacrifício Odorífero

Lorenzo Perosi viu a luz do dia deste mundo, numa altura em que decadência da música sacra—os compositores deste género de música, contentavam-se com adaptações de músicas arranjadas para o teatro—se ia acentuando de dia para dia.

Graças ao seu talento, aliado à fecundidade artística, a música voltou a rezar em vez de brincar com os sons, voltou a oferecer-se a Deus como incenso sonoro, em vez de se oferecer aos homens como uma fùtil divagação de notas agradàveis ao ouvido.

A obra de Perosi é imensa e toda ela repassada de uma sublime mística. Com a fluidez das suas melodias, com as dissonâncias da sua harmonia, ele sabe exprimir o êxtase e os arrebatamentos da alma religiosa, as súplicas das multidões ajoelhadas, os seus lamentos e suas alegrias. Quem ouve, por exemplo, as suas Oratórias, as suas Missas e os seus Motetes, é impossìvel que se não sinta arrebatado a um paraìso de bem-aventuranças numa luz sobrenatural em que palpitam os espíritos angélicos. Pois a verdadeira música, que nos liberta do mundo de aparências e nos identifica com a realidade plena, destina-se a atingir as bondades ocultas da alma e desvelar a “alma criança” que em nós todos vive, às vezes sufocada até aos mais tardios anos de vida.

Para os antigos, a música era uma arte por excelência, a primeira das Musas. Era esta que ditava as suas leis a toda a harmonia do mundo, a toda a disciplina da alma humana. Pitágoras dizia: “o dever do músico consiste não tanto em combinar os sons entre si quanto em afinar tudo o que a natureza encerra no seu seio”… Um antigo tratado musical chinês (li-ki), uma espécie de Bíblia da Música, compilado com os fragmentos do livro sagrado (Yo-Kung), hoje perdido, adverte: “O coração do homem é o santuário da Música”… A música exprime cinco deveres: dos pais e filhos, do marido e mulher, dos irmãos maiores e menores, dos reis e vassalos e finalmente dos amigos entre si”… Ela exprime as leis da razão e da consciência”…”Um sábio é naturalmente músico e é pela música que se conhece se um Estado é bem regulado ou marcha para a sua decadência”.

Uma outra nota impressionante na vida de Perosi é o seu amor à vida oculta—qualidade tão rara nos que se dedicam à divina arte de Mozart. “La musica è un atto di pregare e sentire la musica è pure un modo di pregare”—é a frase predilecta do Mestre a todos quantos se abeiraram dele durante os seus passeios no Janículo, em Roma. E, verdade, quem duvida que uma obra imortal como o volume de sonatas ou de sinfonias ou de quartetos beethovianos pode ser o Antifonário mais alto, mais puro da nossa vida interior? Aos cantos da alma, as suas eternas perguntas, eles dão respostas eternas. “Tranquilizam-na e deixam-na duràvelmente religiosa, entre a respiração divina da Verdade suprema”.

Modesto, caritativo, generoso, Padre Perosi teve uma alma de oiro fino, como se costuma dizer. Ùltimamente, vivendo em Roma, à sombra de sublimes basílicas romanas, em uma modesta dependência do Palácio de Santo Ofício, uma irmã velha como ele, lhe serve de companheira fiel e dedicada. Vida calma, sem sobressaltos, dedicada à oração e ao trabalho. Vulgar na aparência mas, no fundo heróico pela grandeza e arrojo de criações artísticas que lega à posteridade.

Como qualquer mortal, há ja quatro decadas que Don Perosi passou também desta vida. Mas o que não passará nunca é a sua genial obra musical que ficará através dos séculos a perpetuar um nome que, assim como a Igreja que ele serviu, ganhou um carácter de perenidade.

Etiquetas: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: